".. A música e os pássaros têm muito em comum, é que não conhecem fronteiras, não há lei que os impede navegar ao redor do mundo .. a música começa onde termina a linguagem, porque exprime o inexplicável .."

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Gary Clark Jr. - The Bright Lights (2011) (Gary Clark Jr abriu o show de Eric Clapton em São Paulo)

01 - Bright Lights (5:24)
02 - Don't Owe You A Thing (3:35)
03 - Things Are Changin' (Live Solo Acoustic) (4:31)
04 - When My Train Pulls In (Live Solo Acoustic) (8:13)

Gary Clark Jr é considerado uma das novas promessas do blues norte-americano. Em outubro de 2011, esse texano de 27 anos abriu três dos quatro shows de Eric Clapton no Brasil (São Paulo e Rio). Gary ganhou o apelido peso-pesado de “Salvador do Blues”, e além do tradicional gênero do Mississipi, reza seu vernáculo também na cartilha da música negra, mais precisamente no soul music chamuscado com doses roqueiras. O músico vem gerando comparações e co-relações a nomes com um de seus conterrâneos mais ilustres – o guitarrista Stevie Ray Vaughan, morto num desastre aéreo em 1990. Clark foi um dos destaques do festival Crossroads Guitar, em 2010, onde se apresentou ao lado de BB King , Eric Clapton, Buddy Guy e Steve Winwood, e participou do filme “Honeydripper” - Do Blues ao Rock”, que conta a origem do blues e do rock nos Estados Unidos. Quanto ao som do homem, se você gosta de blues do bom, basta um único som do EP “The Bright Lights” para convencê-lo da qualidade do cara. Dê volume no seu som e ouça a faixa título. A casa vai tremer e Gary vai ganhar o respeito do ouvinte.

Um comentário:

  1. excelente esse guitarrista... incrivel como aqui nesse blog sempre conheço alguma coisa nova. Até então nunca tinha ouvido falar desse cara...
    Outro dia lendo um livro sobre guitarras me deparei com um nome que tbem nunca havia ouvido: Reverend Horton Heat, ou Jim Horton para os mais chegados... taí uma sugestão de postagem.
    Abraços Paulozzi

    ResponderExcluir